MINI-CASAMENTO VILA SANTINI

MINI WEDDING - L + A

Fornecedores  

Elopement Wedding
Alianças: @yuko_fusse
Assessoria: @afrowedding_
Beleza: @p.t.a.v.a.r.e.s
Bolo & Doces: @pretinbrigaderia.wedding
Celebrante: @celebrantenathaliamonteiro
Decoração: @fazendoarteeventos
Espaço: @vilasantina.wedding
Filme: @acucarfilms
Fotografia: @allisonvalentim_foto
Gastronomia: @matulasdanega
Produção Musical: @m.andreseventos
Traje noivo: @vgdandis
Vestido: @juliapakatelier



Frente a todos os desafios de uma vida a dois que começou de forma imatura, desestruturada e sem planejamento, como boa parte das famílias pretas no Brasil, essa família não entrou para as estatísticas.Kathryn, 30 é a primeira a frequentar uma universidade e se tornar uma gestora de pessoas, numa multinacional; Ana Carolina, 24 é a primeira da família a ir para para fora do país, EUA para estudar; Alexandre Junior, hoje com 22 anos, não tem histórico de violência ou drogas, estáconstruindo uma carreira artística e acaba de gravar seu primeiro vídeo de música; Beatriz, 20 éa primeira atleta profissional da família de nível de seleção Brasileira e competindo mundialmente no volley ball.São 30 anos juntos com muitas vitórias, onde durante toda essa construção familiar, o foco deles se voltou exclusivamente para a criação dos filhos.Devido a toda essa dedicação, não houve tempo e nem condições para o casal formalizar sua união matrimonial, como muitos casais afro centrados.O sonhos deles é realizar esse enlace, para coroar toda essa linda história de lutas e glórias e deixar mais esse legado para seus filhos terem como exemplo, pois sabemos que casais pretosnão se casam por vários motivos, mas o principal é por falta de representatividade.Eles desejam que seus netos que ainda não vieram ao mundo, vejam o álbum de fotografias docasamento dos avós, sentados no sofá de suas casas.O Elopement Wedding, este formato de casamento tão íntimo e reservado, os conduzirá para1988 quando somente os dois e o amor entre eles era o que imperava, esperamos que uma“Lenta” seja tocada pela banda e que aquela primeira dança seja reproduzida como da primeiravez.Por que vocês merecem ser presenteados?Nós merecemos ser presenteados, porque durante esses 31 anos de relacionamento, mesmo diante de tanta adversidade, falta de apoio e recursos financeiros, o amor prevaleceu, o AMOR VENCEU!Queremos mostrar para os nossos filhos que nós também podemos nos casar dignamente eque nem tudo precisa ser difícil e doloroso, porque nós já passamos por tudo isso que foi descrito na história, para que eles não precisem passar...Todos os meus 4 filhos tem um relacionamento afro centrado e minha filha mais velha mora junto com o noivo dela a 4 anos e até agora não quis casar, provavelmente porque não vêr epresentatividade e exemplos na família, então gostaríamos de mudar isso.Queremos que nossa história de amor preto e nossa família se coroe de maneira grandiosa, como deveria ser todas as histórias de amor do nosso povo.